Erros ao Precificar a Instalação na Comunicação Visual

Erros ao Precificar a Instalação na Comunicação Visual

Existem muitos erros ao precificar a instalação na comunicação visual. São erros evitáveis mas que, muitas vezes, passam despercebidos e são encarados como um processo natural dentro da gestão da empresa. No entanto, no longo prazo, isso pode trazer prejuízos tanto em vendas, quanto na própria alocação das horas técnicas da sua equipe.

Portanto, neste artigo, você vai entender um pouco mais sobre como dar a volta por cima e fazer com que a instalação de comunicação visual não seja um problema para sua empresa.

Continue lendo.

Erros ao precificar a instalação na comunicação visual

Alguns erros ao precificar a instalação na comunicação visual são cometidos mesmo de maneira “sem querer”. No entanto, isso não deixa de ser um erro que pode afetar a sua operação no médio e longo prazo.

Veja algumas situações que você precisa controlar para não gerar desalinhamentos e potenciais prejuízos:

acesse o software para gráfica onde estiver

Quanto custa sua hora técnica?

Um dos fatores que podem gerar o maior prejuízo na sua empresa de comunicação visual, é a falta de conhecimento da sua hora técnica. Ou seja, você precisa saber quanto você quer cobrar por hora trabalhada e, em cima disso, elaborar os preços para seus produtos e serviços.

Cobrar valores “aleatórios” não é nada recomendável, pois isso pode gerar muitos problemas financeiros lá na frente. Baseie o preço da instalação sempre na hora técnica da sua equipe. Assim, as coisas vão se manter alinhadas e você sabe “onde está pisando”.

A instalação não pode ter um preço “padrão”

Outro fator que pode gerar erros ao precificar a instalação na comunicação visual, é a cobrança “padrão”. Ou seja, ter um preço fechado para todos os tipos de instalação. Isso gera desequilíbrios financeiros, pois todas as instalações podem apresentar desafios diferentes. O que, com base na sua hora técnica, pode gerar rombos financeiros lá na frente.

Não precifique a instalação de maneira “padrão”. Coloque preços em cada instalação e faça isso somente depois de visitar o local.

Delegar instalação gera perda de vendas

Produção e instalação são produtos diferentes dentro de uma empresa de comunicação visual. Portanto, é assim que você deve considerar na hora de cobrar do seu cliente. E delegar o trabalho pode ser bastante ruim para os negócios, visto que o cliente não compra uma lona estampada. Ele compra uma fachada pronta.

Por isso, é fundamental criar um plano adequado e que possa, de fato, fazer sentido para os negócios. Tenha uma equipe especializada em instalações.

Falta de um sistema automatizado para cada instalação

E por fim, um dos erros ao precificar a instalação na comunicação visual mais comuns, é não ter um sistema de cálculo automático para isso. E nesse caso, a Calcme pode te ajudar a ter um melhor desempenho financeiro e de organização interna.

Faça um teste grátis no nosso sistema para empresas de comunicação visual e veja o quanto um sistema automatizado poderá ajudar sua empresa a lucrar. Ele não deixa pequenas falhas passarem despercebidas e isso, claro, ajuda a aumentar a sua lucratividade no longo prazo.

Chame um de nossos especialistas e tire demais dúvidas sobre o nosso sistema online.

Deixe um comentário