Como montar uma gráfica rápida?

Montar uma gráfica rápida pode parecer uma ótima oportunidade de negócio para você e, na verdade, realmente é! Desde que, obviamente, sejam seguidas algumas considerações importantes antes de “abrir as portas” para os clientes.

Afinal, é preciso pensar em todas as questões legais; a lista de equipamentos; a equipe necessária e formas de otimizar e acelerar as suas vendas, sem ter que investir muito para isso.

Levando em conta todos esses fatores, fizemos este guia prático para você começar a sua gráfica rápida com o pé direito. Acompanhe para saber tudo sobre o tema.

Passo a passo para montar uma gráfica rápida

O passo a passo para montar uma gráfica rápida consiste em:

  • Analisar o mercado, os concorrentes e fazer o seu plano de negócios;
  • Encontrar a localização mais adequada e alinhar seu público-alvo;
  • Estudar a viabilidade dos serviços que você quer oferecer;
  • Investir em equipamentos e tecnologias efetivas para o seu negócio;
  • Investir em marketing digital e divulgação.

Listando assim, parece superficial, não é mesmo? Mas, calma! Vamos desmembrar cada uma dessas etapas para lhe ajudar. Continue lendo e entenda.

1- Analisar o mercado, os concorrentes e desenvolver seu plano

O primeiro passo é analisar o mercado em sua região. Descubra se há demanda, procura e necessidade de abrir uma gráfica rápida na sua cidade. Além disso, analise os seus concorrentes, saiba mais sobre os preços e tente estudar os locais nos quais eles se destacam.

A partir dos dados encontrados no mercado, você poderá iniciar o seu plano de negócio. Nesse plano você avalia quanto vai investir; quanto terá de capital de giro; qual é a sua projeção de ganhos e lucros; e assim por diante.

2- Encontre uma boa localização e alinhe o seu público-alvo

Em seguida, você precisará ter o seu público-alvo bem alinhado para saber quais serviços serão oferecidos, em qual faixa de preço e para quais finalidades. Por exemplo, o seu foco será mais decorativo? Empresarial? Estudantil? Pense sobre isso.

Ao alinhar o seu público, você já poderá pesquisar pela melhor localização na sua cidade, estabelecendo critérios como:

  • Maior fluxo de pessoas que se alinham ao seu público-alvo;
  • Próximo de universidade ou clube de eventos (no caso de gráfica rápida focada em decoração);
  • Aluguel acessível e dentro do seu plano de negócio;
  • Entre outros pontos.

3- Estude os serviços e os investimentos em equipamento e tecnologias

Quais serão os seus serviços? Que tipo de equipamento é necessário para oferecer qualidade aos seus clientes? Quais tecnologias podem lhe ajudar a otimizar os resultados? Pense sobre isso, considerando sempre que:

  • Há uma infinidade de impressoras para a sua gráfica rápida;
  • Existem softwares de gestão e otimização disponíveis para melhorar o fluxo financeiro da sua empresa;
  • Existem técnicas que podem otimizar os resultados, sem gastar mais por isso.

4- Cuide da parte legal e divulgue a sua empresa com o auxílio do marketing

Depois que você já conseguiu fazer o seu plano, já mensurou os gastos com equipamentos e já tem um público traçado, é hora de cuidar de todos os trâmites legais. Vá até a prefeitura da sua cidade para abrir uma gráfica rápida e regularize o seu negócio.

Em seguida, é só iniciar a sua divulgação através de portais na internet, sites, blogs e redes sociais. Assim você começa a ser visto e já pode começar a captar os seus primeiros clientes.

O que precisa para montar uma gráfica?

Anteriormente, você teve uma visão geral sobre como montar uma gráfica rápida. Agora, vamos nos aprofundar um pouco mais em alguns aspectos relacionados à montagem em si, que vai além do plano de negócio. Confira alguns pontos de atenção:

Espaço

Escolher um bom espaço para montar uma gráfica é um dos primeiros passos. Você precisa alinhar a escolha do ambiente com o tipo de serviço que você deseja prestar.

Por exemplo, se você quer oferecer serviços para personalizados, vai precisar de um espaço onde caibam as máquinas e impressoras para esse fim.

Sendo assim, analise com atenção o que você pretende oferecer aos seus clientes, para que se torne possível selecionar um espaço que seja agradável, acessível e ainda ofereça todo o suporte para a sua produção ser feita da melhor maneira possível.

Veja também: Kit gráfica rápida equipamentos: Veja como turbinar sua produção gráfica

Equipamentos

São diversos os equipamentos que podemos considerar quando pensamos no que precisa para montar uma gráfica. Muitos deles devem ser selecionados à medida que você vai montando o seu leque de serviços.

No começo, pequenas impressoras podem ser o que você precisa para oferecer os seus primeiros serviços. No entanto, à medida que o tempo passa, é importante avaliar quais outros equipamentos podem agregar na sua gráfica rápida.

Nesse sentido, avalie opções como:

  • Impressoras de diversos tamanhos, para diferentes tipos de serviços;
  • Máquinas de acabamento, como guilhotinas, dobradeiras, encadernadoras, laminadoras, entre outras, dependendo dos serviços que você deseja oferecer;
  • Equipamento de pré-impressão, como  scanners, sistemas de provas de cor, entre outros.

Avaliar tudo o que você precisa para oferecer excelência aos seus clientes é o primeiro passo para uma escolha assertiva de equipamentos.

Suprimentos

O terceiro ponto que deve ser avaliado, quando pensamos sobre o que precisa para montar uma gráfica, é com relação aos suprimentos. Estes podem variar, sempre de acordo com os serviços que você deseja prestar aos seus clientes, é claro.

Vejamos alguns suprimentos que costumam ser essenciais e que você pode usar como base para a sua análise:

  • Papel e mídia: É importante ter em mãos diferentes tipos de papel, cartolina, vinil, lonas e outros materiais de impressão, dependendo das necessidades de seus clientes;
  • Tintas e toners: Um estoque suficiente de tintas e toners para suas impressoras também faz parte da lista de suprimentos;
  • Materiais de escritório: Papel, canetas, impressoras, computadores, móveis de escritório, etc.

Lembrando que essas são apenas algumas dicas, e que é muito importante que, ao montar uma gráfica rápida, você verifique o que é ideal para os seus clientes.

Com esse planejamento baseado no seu público-alvo e nas demandas do mercado onde você está inserido, torna-se mais simples conseguir começar uma gráfica da melhor forma possível.

Sempre considere avaliar e reavaliar as possíveis mudanças que podem ser implementadas, também. Isto é, se hoje você começar com apenas 10 serviços, lembre-se de que pode trocá-los ou agregá-los com outros, mais tarde. 

Assim, pouco a pouco a sua empresa vai crescendo, sempre alinhada às necessidades dos clientes.

Bons negócios!

acesse o software para gráfica onde estiver

Deixe um comentário