O que é impressão offset e como funciona?

A impressão offset é uma das mais populares do mercado, justamente pelo fato de que ela é uma impressão rápida, barata e que confere enorme qualidade final ao produto impresso. Por isso, acaba sendo uma excelente alternativa para quem não abre mão de custo-benefício.

As grandes e médias gráficas utilizam o sistema de impressão offset e, por isso, neste artigo, vamos entender mais sobre o assunto. Continue lendo para saber tudo sobre o assunto.

Offset o que significa?

Muitas pessoas se perguntam sobre offset o que significa e, de maneira resumida, podemos dizer que trata-se especificamente do processo de impressão offset.

Nesse caso, a impressão ocorre de uma forma um pouco diferente, pois a tinta não é transferida diretamente da matriz de impressão para o papel, mas, sim, de forma indireta, passando primeiro por um cilindro de borracha intermediário.

Esse é o conceito base. Entretanto, para que você possa entender melhor o que é impressão offset, continue lendo para descobrir como funciona o passo a passo desse tipo de impressão.

O que é impressão offset e como funciona?

A impressão offset é um tipo de impressão que não molha o papel e nem permite tantos erros que geram desperdício. Basicamente, a impressão offset, em sua tradução, é uma “impressão fora do lugar”.

Ou seja, uma impressão que não mancha o papel diretamente. Mas sim, passa por um processo cilíndrico com chapas de impressão.

Basicamente, funciona como se fosse uma grande engrenagem. Uma chapa é confeccionada com aquilo que vai ser impresso no papel.

Depois, essa chapa é molhada com a tinta e o papel “suga” essa tinta. Após esse primeiro processo, um cilindro emborrachado é passado por cima do papel, fixando a tinta e finalizando o material.

Tudo isso acontece de maneira muito rápida e ágil, conferindo uma enorme produtividade para pequenas e grandes gráficas e empresas de comunicação visual.

A mão humana tem pouca interferência no processo. Precisa-se de pessoas apenas para colocar água e tinta para repor as cargas para impressão. O resto, a máquina faz sozinha.

acesse o software para gráfica onde estiver

Afinal, off set: o que é?

Como você entendeu até aqui, off set nada mais é do que um tipo de impressão gráfica.

Então, imagine que você tem um carimbo e quer marcar várias folhas de papel com a mesma imagem do carimbo.

Agora, em vez de mergulhar o carimbo diretamente na tinta e depois carimbar no papel, você primeiro carimba uma superfície lisa e depois usa essa superfície lisa para transferir a imagem para o papel.

Basicamente, é assim que o offset funciona, só que de maneira muito mais mecânica, em larga escala e automatizada.

Para entender a origem da palavra, é só dar uma olhada na própria tradução de offset: do inglês, significa “deslocado”. Muita coisa se esclarece a partir da tradução, não é mesmo?

Esse processo é um dos mais populares do ramo gráfico e ele permite que a tinta seja distribuída de forma mais uniforme, resultando em uma impressão de alta qualidade.

Então, impressão offset: o que é? É uma impressão descolada, onde a tinta é levada ao substrato de maneira indireta.

Veja também: Qual o piso salarial de um impressor offset?

A impressão offset é a melhor do mercado?

Hoje em dia, a impressão offset é uma das melhores do mercado, com certeza. Afinal, ela confere uma grande produtividade para a gráfica, fazendo com que muitas impressões possam ser feitas ao mesmo tempo. Para grandes tiragens, isso é ótimo.

Além disso, um dos fatores que faz a impressão offset ser muito importante para uma gráfica, é o fator custo. Esse método de impressão desperdiça muito menos recursos, uma vez que as chapas estejam gravadas.

Por isso é importante ter uma gestão e aprovação bastante profissional antes de rodar a impressão. Caso contrário, a chapa terá de ser feita novamente e isso, sim, pode gerar custos.

Vantagens da impressão offset

Existem muitas vantagens de se operar uma impressão offset. Principalmente pelo fato de que esse tipo de impressão oferece muita flexibilidade para trabalhos profissionais e em altas tiragens.

Além disso, a impressão offset garante também muita flexibilidade do ponto de vista de tipos de papel. As máquinas podem imprimir em muitas texturas diferentes, o que é ótimo para ter uma boa gama de possibilidades para o seu cliente.

Agora que você já entendeu offset o que é e também algumas características da impressão offset, veja algumas vantagens e benefícios de se imprimir com esse processo de impressão:

1. Liberdade de criação com offset

Um dos pontos mais importantes da criação de impressos via offset, é a liberdade de criatividade. Ou seja, o designer ou o cliente que está buscando aquele impresso, pode fazer vários tipos de artes para imprimir via offset.

A maioria das criações vai dar certo, pois o offset é flexível o suficiente para encontrar uma boa saída para o projeto.

A impressão offset é ótima para designers e outros profissionais que precisam criar materiais com detalhes ricos, altas tiragens e fidelidade de cores.

2. Eficiência para vários tipos de impressão

A eficiência para vários tipos de impressão também é um dos pontos fortes do offset. Afinal, você já sabe que esse tipo de impressão funciona de maneira rápida para executar inúmeros tipos de processos de impressões. Mas tudo isso, sem abrir mão da qualidade do impresso e também da fidelidade de cores.

Além das cores, o offset também permite a impressão de formatos diferentes. E mesmo assim, de maneira eficiente, sem perder performance.

3. Imprime várias gramaturas de papel

Outra vantagem expressiva do offset, é que esse tipo de impressão pode facilmente compreender gramaturas diferentes de papel. Ou seja, você poderá desenvolver vários tipos de projetos junto com a sua agência de publicidade ou designer, e imprimir isso tudo via offset.

O offset é ótimo para quem precisa de uma boa relação de custo e benefício!

Desvantagens da offset impressão

Entendido o que é offset e como esse tipo de impressão funciona, percebemos que existem muitas vantagens que esse modelo pode proporcionar para as produções gráficas. 

Entretanto, é importante que também saibamos quais são as desvantagens desse modelo de impressão, para que seja possível avaliar até que ponto, realmente, esse tipo de máquina faz sentido na sua empresa. 

A seguir, listamos as principais desvantagens desse tipo de impressora:

1. Custo inicial elevado

Inicialmente, os custos para poder ter uma boa impressora offset na sua gráfica podem ser relativamente elevados. Isso quer dizer que será necessário desembolsar um valor significativo, para então, apenas mais tarde acontecer algum tipo de economia.

Porém, se o seu objetivo é crescer no longo prazo e oferecer serviços em larga escala, esse tipo de investimento tende a ser uma excelente opção, que vale a pena considerar.

De todo modo, nossa sugestão é que você avalie, com paciência e atenção, os prós e contras desse custo inicial mais alto.

2. Tempo de configuração

O tempo de configuração também é outro aspecto que merece ser mencionado como uma possível desvantagem em alguns casos.

Por exemplo, o processo de configuração de uma impressora offset pode levar tempo, especialmente para trabalhos nos quais haverá uma curta tiragem. Consequentemente, esse aspecto faz com que a impressão offset não seja a opção mais eficiente para projetos com prazos apertados.

Ainda assim, com um bom planejamento, é possível usufruir da produção em larga escala, desde que cada etapa seja bem planejada.

3. Possível desperdício de material

Como é necessário fazer alguns testes, antes de iniciar a produção em larga escala, uma das possíveis desvantagens da impressão offset é justamente causar um certo desperdício de material.

Embora possa parecer algo pequeno, se avaliarmos no longo prazo, considerando o agregado de todo o material que é desperdiçado, a conta pode ser um pouco maior.

Ver mais: Suprimentos para impressão offset: Conheça os principais

4. Menos flexível

Se porventura você fizer uma impressão e, em seguida, perceber que precisa modificar um pequeno detalhe, a flexibilidade da impressora offset não será tão bacana assim.

Isso porque, ela é feita para imprimir uma grande quantidade de tiragens, o que quer dizer que ficar modificando pequenos detalhes, durante o processo de impressão, pode não ser uma boa ideia.

5. Necessidade de grandes volumes

Com base no que mencionamos acima, podemos ainda pensar que a impressora offset pode ser ruim para quem oferece muitas impressões em pequenas tiragens. Afinal, nesse caso, os custos podem ser mais elevados do que a economia. 

Por conta desses fatores, é importante avaliar muito bem se a sua gráfica realmente pode se beneficiar desse tipo de impressora.

Quais são os principais componentes de uma máquina offset?

Uma máquina offset é completa para gerar impressões de alta qualidade e em tiragens altíssimas. Ou seja, é o melhor método para quem precisa unir o útil ao agradável (quantidade e qualidade).

No entanto, imprimir em offset pode ser mais caro justamente por causa da ótima qualidade. Somente impressões em grande quantidade valem a pena no offset.

E o que faz tudo isso funcionar são os componentes da máquina offset:

  • Placa de impressão: é um material de alumínio que contém a imagem a ser impressa. As áreas da imagem são tratadas para aceitar tinta, enquanto as áreas não-imagem são tratadas para repelir tinta e aceitar água.
  • Cilindro: é um cilindro revestido com um material emborrachado. Recebe a imagem da chapa de impressão e a transfere para o papel.
  • Molhagem: ele distribui uma solução de água (às vezes com aditivos) para a chapa de impressão. Isso é feito para garantir que as áreas não-imagem da chapa repilam tinta.
  • Alimentador de papel: está claro pelo nome. Mas em resumo, essa seção da máquina puxa as folhas de papel da pilha e as alimenta na máquina para serem impressas.
  • Sistema de controle da impressora: o sistema permite aos operadores ajustar vários parâmetros da máquina, como velocidade, pressão, quantidade de tinta, etc.
  • Sistema de secagem: não são todas, mas algumas máquinas de impressão offset têm sistemas de secagem (como secadores UV) para acelerar o processo de secagem da tinta no papel.

Esses são os componentes básicos e que fazem todo o processo funcionar para gerar aqueles impressos que você já conhece: de alta qualidade e ótima relação de custo-benefício.

Como gerir impressões offset?

Se você tem uma gráfica ou está pensando em abrir uma, além da impressão offset, é importante ter um sistema adequado para gerir todos esses processos. Nesse caso, conte com o sistema da Calcme para pequenas e médias gráficas.

Nosso sistema permite que você faça o gerenciamento de orçamentos, pedidos, aprovações, ordens de compra e de toda a parte financeira do negócio. Assim, você poderá comprovar, na prática, a efetividade nos resultados ao adquirir uma máquina offset.

Clique aqui para fazer um teste grátis.