Como emitir nota fiscal de marcenaria?

Aprender a emitir nota fiscal de marcenaria é essencial para garantir que a sua empresa, mesmo de porte pequeno, atenda à legislação fiscal. Afinal, a falta de organização fiscal pode comprometer o seu negócio no longo prazo.

Mas não se preocupe! Neste artigo da Calcme – sistema para marcenarias -, vamos te ajudar com um passo a passo completo. Confira e tire as suas dúvidas!

Como emitir nota fiscal de marcenaria?

O processo para emitir nota fiscal de marcenaria não é muito difícil. Algumas etapas precisam ser seguidas, mas se você tiver um sistema de gestão de apoio, como a Calcme, o processo pode ser ainda mais fácil.

Isso porque, dentro do sistema da Calcme você poderá gerar orçamentos, cobranças e ainda emitir as NFs de forma simplificada e ágil.

Faça o seu teste grátis e veja como emitir notas fiscais dentro do sistema pode ser muito mais prático na rotina do seu negócio.

Agora, vamos conhecer o passo a passo para fazer a emissão, considerando que você deseja fazer no sistema da prefeitura:

1. Obtenha o seu CNPJ

O primeiro passo, obviamente, é legalizar o seu negócio obtendo um CNPJ. Não haverá como a sua marcenaria emitir notas fiscais se você não tiver um CNPJ para isso.

Para isso, registre a sua marcenaria como pessoa jurídica na Receita Federal para obter um CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica).

Se necessário, procure um profissional que possa te ajudar nesse cadastro, para que tudo seja feito corretamente.

Sistema para marcenarias - Calcme

2. Credencie-se na sua prefeitura

Após a obtenção do seu CNPJ, será necessário se credenciar na prefeitura da cidade onde você irá atuar como marceneiro.

Você deve verificar junto à prefeitura de sua cidade quais são os requisitos para se credenciar como emitente de notas fiscais eletrônicas (NFS-e). A partir disso, siga as orientações dadas pelos profissionais da prefeitura para garantir esse credenciamento da forma correta.

3. Acesse o sistema de emissão de NF-e

A maior parte das prefeituras conta com um sistema próprio de emissão de NF-e, que você pode acessar de qualquer lugar com um dispositivo que tenha acesso à internet.

É importante que você se informe na sua prefeitura sobre qual o sistema em questão, e quais os passos para acessá-lo, a fim de fazer as suas notas.

Leia mais: Qual a melhor esquadrejadeira para marcenaria?

4. Cadastre produtos e serviços

No sistema de emissão, você vai precisar cadastrar os produtos e serviços que sua marcenaria oferece, considerando alguns detalhes como descrição, preços, códigos fiscais (NCM – Nomenclatura Comum do Mercosul), e a alíquota de impostos aplicável.

Se você tiver dificuldade nessa etapa de como emitir nota fiscal de marcenaria, sugerimos que entre em contato com um contador para que ele possa te auxiliar neste primeiro momento.

5. Emita a NF

Dentro do sistema, ou por intermédio de sistemas de terceiros, você deverá emitir a NF de cada uma das vendas que você fizer na sua marcenaria.

Para cada venda ou prestação de serviço, preencha os dados do cliente (CNPJ/CPF, endereço, etc.), detalhe os produtos ou serviços vendidos, e calcule os impostos devidos. Em seguida, gere e envie a NFS-e ao cliente.

É interessante que você também armazene no seu computador ou na nuvem as NFs que são geradas, a fim de manter a organização contábil.

Utilize a Calcme e facilite a emissão das NFs!

Agora que você sabe como emitir nota fiscal de marcenaria, queremos te apresentar o sistema da Calcme, que facilita essa emissão!

Dentro do sistema, você controla toda a sua marcenaria, considerando contas a pagar, cobranças, orçamentos e muito mais.

Além disso, pode gerar as suas notas de uma maneira muito mais otimizada dentro do próprio sistema, a cada venda feita.

Acesse o botão no banner abaixo para fazer o seu teste grátis e emita as suas notas com facilidade!