O que analisar antes de montar uma gráfica digital?

Montar uma gráfica digital pode ser o sonho de muita gente. Afinal, este é um ramo que tem ganhado cada vez mais espaço no mercado brasileiro. Além de que é um serviço que sempre será necessário e, muitas vezes, o cliente não consegue encontrar uma empresa competente que consiga realizar bons trabalhos.

Entendido isso, podemos partir para algumas dicas práticas e básicas sobre o tema. Acompanhe!

Veja também o que é gráfica digital.

Montar uma gráfica digital – por onde começar?

Montar uma gráfica digital nem sempre será um trabalho fácil. Existe uma série de critérios que precisam ser levados em consideração. No entanto, não é nada impossível.

Desde que seja feito de forma organizada e planejada, o futuro é promissor para uma empresa que visa atender uma demanda. E é justamente este o primeiro aspecto que você precisa levar em consideração. Veja abaixo!

1. Entenda o que o seu público-alvo precisa

A primeira etapa a cumprir no seu plano de negócios de uma gráfica digital, é entender o que o público-alvo precisa.

Ou seja, antes de mais nada, você precisa identificar uma demanda: o que as pessoas estão precisando? O que elas estão querendo? Como você pode resolver um problema de forma criativa, otimizada e monetizada?

Essas perguntas precisam ser feitas quando você estiver dando os primeiros passos, pois é isto que norteará todo o processo.

Afinal de contas, para montar uma gráfica digital online é preciso saber qual demanda você deve suprir. Caso você tente “abraçar o mundo”, sem ter nenhum tipo de direcionamento com base no seu público, poderá cometer o equívoco de não oferecer nenhum serviço que seja realmente de qualidade.

Isto é, pode cair no erro de fazer tudo de forma mediana. E sabemos que não é isso que você deseja, não é mesmo?

Inclusive, recomendamos que você veja o nosso conteúdo sobre como identificar o público-alvo da minha gráfica. Ele pode ajudá-lo nesta etapa importante.

2. Crie produtos e serviços que atenda esta demanda de forma otimizada

Depois que você identificar uma demanda e uma necessidade do mercado, você precisa abraçar a causa de forma séria e profissional.

Ou seja, você precisará criar produtos que realmente atendam o cliente de forma completa e otimizada. E nisso se incluem investimentos em pesquisas, relatórios, feedbacks, máquinas e profissionais. Sem tudo isso trabalhando de forma integrada e com um objetivo bem definido, dificilmente as coisas sairão do papel.

Lembre-se que o seu propósito é montar um verdadeiro norte para a sua empresa, como se fosse o desenvolvimento de um mapa, digamos assim. E isso só pode acontecer com pesquisa e dados concretos.

3. Olhe para a concorrência e encontre o seu diferencial

Independente da sua área de atuação, seja uma loja de xerox ou uma franquia de gráfica digital, a concorrência vai existir. Dito de outro modo, você precisa, antes de mais nada, aceitá-la.

Quando este processo se torna natural, você poderá enxergar este ponto “negativo” como positivo. Ou seja, poderá entender tudo o que seus concorrentes estão fazendo para que você possa fazer melhor. E, dessa forma, crescer e evoluir com seu projeto.

Você não precisa fingir que os concorrentes não existem, apenas “torcendo” para que eles “não passem na frente”. O fato de eles existirem pode ajudá-lo a sempre buscar inovação e melhores estratégias de posicionamento frente ao público.

Avalie o que eles andam divulgando e de que forma. Também verifique e analise quais são os “erros” cometidos pelos concorrentes, a fim de se proteger contra esse tipo de, digamos, “deslize”.

acesse o software para gráfica de qualquer lugar

4. Adquira os equipamentos certos para um bom início

Para montar uma gráfica digital, obviamente, você precisará de equipamentos. Por isso, pensar neles logo no início do processo é importante. No entanto, você deve entender por onde vai começar. Isto ajudará sua empresa a crescer de forma ordenada e você poderá investir aos poucos.

Por exemplo, se você identificar uma demanda para produção de sacolas de papel para lojas de shoppings, foque nisso no começo.

Assim você poderá ganhar algum dinheiro para reinvestir e ir comprando mais equipamentos.

O importante é sempre seguir o seu plano de negócios e estar dentro da organização financeira. No início, manter a saúde das finanças da empresa é um passo importante para haver oxigênio e continuar.

É aquela ideia inicial de atender uma demanda específica. É isso que dará a você subsídios para desenvolver os próximos passos.

Afinal, se você investir toda a verba da empresa em equipamentos, sem testar o que realmente pode atender às demandas do público, pode acabar com máquinas paradas no seu espaço de trabalho, e com custos iniciais elevados e desnecessários.

Inclusive, se você precisa de dicas para encontrar as melhores impressoras para gráficas, não deixe de conferir nosso conteúdo sobre o assunto.

5. Invista em um software para gerenciar sua gráfica digital

Depois de conseguir montar uma gráfica digital, é preciso cuidar da gestão e da administração. Investir em um software para gráfica desde o inicio da empresa faz você economizar tempo de implantação e agilidade nos cadastros desde o início. Inclusive, vai te dar condições para competir no mercado usando tecnologia e gestão ao seu favor!

Afinal de contas, à medida que o seu negócio começa a se desenvolver, administrar todos os pedidos e demandas pode se tornar difícil. Com um bom software de gestão, como o da Calcme, você conseguirá acompanhar tudo de perto, de forma mais prática e acessível.

Inclusive, se quiser fazer o seu teste grátis no sistema da Calcme, basta acessar a página de teste e iniciar o quanto antes! Veja como a tecnologia também pode auxiliá-lo no desenvolvimento do seu negócio na hora de montar uma gráfica digital!

Como abrir uma gráfica rentável?

Pensar em como abrir uma gráfica rentável ajuda, também, a encontrar boas opções para tornar o projeto viável. Afinal, não é porque o digital está em alta que o offline vai deixar de existir. Muito pelo contrário, pois um precisa do outro.

Assim sendo, veja algumas dicas para te ajudar a alavancar a sua gráfica logo no começo, de modo que você não foque nas coisas erradas:

Foque em tecnologia

Focar em tecnologia é importantíssimo. Afinal, a tecnologia apoiada no digital está em constante mudança e, por isso, quanto mais tarde você aderir a sistemas automatizados, mais pra trás você fica em outros processos que demandam a sua atenção. 

Por isso, comece um teste grátis hoje mesmo no sistema da Calcme para médias e pequenas gráficas. Deixe para o sistema tudo que demanda tempo e concentração. Foque a sua energia em crescer a sua empresa e trazer mais clientes, com ajuda de dois suportes para isso. Conheça-os abaixo.

Busque produtos que resolvam problemas

Uma das coisas mais importantes de uma gráfica que dá certo, é a escolha certa dos produtos. Afinal, é isso que faz a empresa andar, uma vez que é o que faz entrar dinheiro no caixa.

Portanto, busque produtos que resolvam problemas reais. Para isso, faça uma análise de mercado e estude para saber o que as pessoas realmente estão precisando.

Não caia no equívoco de apenas implementar serviços aleatórios para “encher” o seu leque de possibilidades. É imprescindível que os serviços prestados realmente ofereçam subsídios para os seus clientes sempre retornarem.

O que é mais solicitado na sua região? Quais demandas você sente que as pessoas mais buscam? O que os seus concorrentes oferecem? O que eles estão deixando de oferecer? Todos esses detalhes podem ajudá-lo a detectar quais são as demandas que devem ser supridas, ou seja, quais soluções devem ser entregues ao montar uma gráfica digital.

Marketing é fundamental

O marketing é fundamental para que novos clientes cheguem até a sua gráfica. E, mais importante: os que já são clientes, continuem sendo clientes. Invista em marketing estratégico, como tráfego pago, orgânico e outras alternativas para a sua gráfica.

Assim, você se mantém sempre visível para os seus clientes. Afinal, se os concorrentes começarem a aparecer com mais frequência, e com opções de serviços mais atraentes, como será possível manter o seu negócio robusto e saudável? Pois é!

Por isso, comece a estudar a possibilidade de implementar estratégias específicas de posicionamento on-line e offline, para que a sua marca, verdadeiramente, fique “registrada” na mente dos seus clientes.

Veja também: Como aumentar os pedidos em uma gráfica – O que você precisa fazer

Já conhece o software para gráficas Calcme?

Quer saber a importância de um software de gestão para gráfica e entender melhor as vantagens dele para o seu negócio, conheça o software para gráficas Calcme. Ele conta com todos esses benefícios e ajudará a sua gráfica a alcançar o sucesso! Investir em um software para gráficas nunca foi tão necessário para controlar o seu negócio!

melhor impressora para gráfica rápida banner teste o sistema de gestão

Veja mais post da Calcme sistemas e conheça o software para gráficas que é parceiro da sua empresa!

3 comentários em “O que analisar antes de montar uma gráfica digital?”

  1. Pingback: Como fazer a gestão de uma gráfica - Rio Apps

  2. Pingback: O que preciso para abrir uma gráfica offset? Tudo aqui!

  3. Pingback: Digital x Offset - Quais as principais diferenças? - Calcme

Deixe um comentário