blog post identificar público-alvo da minha gráfica

Como identificar o público-alvo da minha gráfica

Identificar o público-alvo de uma gráfica nem sempre é tarefa fácil. Se você está tentando entender um pouco mais sobre este assunto, está no lugar certo. Hoje vamos tratar e entender tudo sobre este processo tão importante para a alavancagem dos lucros da empresa.

Além da alavancagem dos lucros, o público-alvo quando bem definido só trará vantagens. E uma delas, é ter um norte e uma linha de raciocínio mais clara. Afinal, sabemos o quão difícil é empreender e “enxergar” o futuro, não é mesmo? Quanto mais artifícios você tiver para otimizar estas situações, melhor! Acompanhe.

Público-alvo: o que é de fato?

Para que possamos dar continuidade no assunto, é importante dar um “passo atrás” e entender o que de fato é o público-alvo. Tanto se ouve falar deste termo e tanto se confunde o real significado dele. Há quem acredite que o público-alvo é todo mundo. Ou seja, há quem interessar, o produto servirá.

Mas isto não pode ser assim. Afinal, quando queremos atingir todo mundo, na verdade, não atingimos ninguém. Pois cada pessoa é diferente e requer uma atenção especial. Por isso, a segmentação aparece como uma ótima ferramenta. Por exemplo, você pode segmentar determinado anúncio somente para um tipo de pessoa. E você pode utilizar os seguintes critérios para isso:

  • Homem ou mulher?
  • Pessoa física ou jurídica?
  • Qual a idade?
  • Qual o principal problema a ser resolvido?

Estas são apenas algumas sugestões de perguntas que você pode fazer para começar a definir quem você quer atingir. E nisto, podemos ir para o próximo tópico, que é fundamental. Acompanhe.

Como identificar o público-alvo da minha gráfica

Faça o exercício inverso: defina o público-alvo

Muito se fala em “identificar” o público-alvo. Seja para o tipo de empresa que for, é importante ter em mente que você não deve simplesmente identificar. Você deve definir! Sim, você não pode criar um produto e somente depois pensar em quem poderá comprá-lo.

Você precisa, antes de mais nada, entender o que as pessoas precisam para, somente depois, criar o produto. Ou seja, o produto (ou serviço) nada mais é do que uma resolução de um problema. E quanto melhor isto estiver identificado, melhor estará definido público-alvo da sua gráfica.

Ofereça as melhores soluções personalizadas para o público-alvo

Agora que você já entendeu que desenhar o produto perfeito para suprir uma necessidade é mais importante do que desenhar um produto aleatório e buscar o público-alvo, entra um fator determinante: entender quais seriam as melhores soluções personalizadas para determinado grupo de pessoas da sua gráfica.

O que isto quer dizer? Quer dizer que, depois que você fizer uma boa pesquisa de mercado e entender qual a principal demanda da sua região por materiais gráficos, você precisa pensar em como atender esta demanda de forma exclusiva.

É neste ponto que entram as estratégias de vendas, formas de abordagens e, claro, o produto em si. Quando você sabe o que as pessoas precisam, fica muito mais fácil gerenciar a gráfica. Pois você não está mais focado em encontrar alguém para comprar. Você está focado em fazer o melhor produto, pois já sabe que ele tem procura!

Saiba mais como definir seu publico

Se você já se convenceu que precisa definir o público-alvo da sua gráfica para melhorar as suas vendas, veja este artigo completo com técnicas e orientações de como definir o seu público-alvo.

Público-alvo: o que é e como dialogar com quem você precisa!

Veja mais post da Calcme sistemas e conheça o programa para gráficas que é parceiro da sua empresa!

Conheça o software para gráfica Calcme

Deixe um comentário